Minha Casa Minha Vida – Programa habitacional do governo

  • Com mais de 10 milhões de famílias beneficiadas, o Minha Casa Minha Vida é um dos programas mais bem-sucedidos do Governo Federal. Através dele é possível obter subsídios para financiar a casa própria, seja em área urbana ou em área rural.

O programa é voltado para proporcionar condições de financiamento para famílias de baixa renda. No entanto, famílias com outras faixas de renda também podem participar do programa e, assim, obter subsídios também.

Se você está pensando em se inscrever, saiba que esse artigo foi desenvolvido para te ajudar. No conteúdo a seguir daremos mais informações sobre o programa, como ele funciona, quais são as faixas permitidas e, por fim, como se inscrever.

O programa Minha Casa Minha Vida

O Minha Casa Minha Vida é um programa do Governo Federal, criado no ano de 2009, cujo objetivo é proporcionar moradia digna para os brasileiros que precisam. O programa contempla boa parte das famílias brasileiras, oferecendo condições de financiamento em que podem chegar a 90% do valor do imóvel.

Além disso, as prestações são definidas de acordo com a renda mensal familiar, não sobrecarregando um orçamento que, por muitas vezes, já é sobrecarregado com as contas do dia a dia. O prazo de pagamento também é flexível, sempre buscando oferecer as melhores condições aos participantes do programa.

Minha Casa Minha Vida

As famílias que desejam inscrever-se no programa deverão procurar a prefeitura de suas cidades ou, então, ir até uma agência Caixa e solicitar o formulário de inscrição. Depois será necessário esperar até a convocação para assinar o contrato e acertar alguns detalhes do financiamento.

Faixas de Renda do Minha Casa Minha Vida

A seleção das famílias que participam do Minha Casa Minha Vida são definidas de acordo com suas faixas mensais de renda bruta. Ou seja: a família com a menor renda terá prioridade dentro da faixa em que esteja inserida.

Por isso é muito importante conhecer todas as faixas para saber, com precisão, em qual faixa a sua família se enquadra dentro do programa. Veja a seguir todas as faixas de renda do Minha Casa Minha Vida:

  • Faixa 1: É a faixa principal do programa e contempla famílias que possuem uma renda mensal total de até R$ 1.800,00. O valor das parcelas é baixo e pode variar de acordo com a renda familiar. Na Faixa 1, o valor do subsídio pode ser até 90% do valor total do imóvel desejado.
  • Faixa 1,5: É a segunda faixa do programa e contempla famílias que possuem renda mensal total entre R$ 1.801,00 a R$ 2.600,00. O prazo para pagamento é de até 30 anos e as famílias participantes terão acesso a um subsídio no valor de até R$ 47.500,00.
  • Faixa 2: As famílias participantes dessa faixa deverão possuem renda mensal bruta de R$ 2.601,00 até R$ 4.000,00. O subsídio oferecido é de até R$ 29.000 mil.
  • Faixa 3: A renda familiar deve ser entre 4.001,00 até R$ 9.000,00. As famílias inclusas nessa faixa não terão direito a um subsídio, mas terão acessos aos juros e taxas menores que as do mercado.

Como realizar a inscrição no Minha Casa Minha Vida

As famílias da Faixa 1 deverão ir até a prefeitura da cidade e solicitar a inclusão no Minha Casa Minha Vida. Será necessário levar seu RG original e preencher uma ficha, entregue na própria prefeitura.Agora será necessário esperar a convocação.

A seleção pode demorar e o prazo é indeterminado. Quando a sua família for escolhida, então será necessário ir até uma agência da Caixa assinar o contrato e dar entrada no financiamento. As famílias da Faixa 2 em diante deverão ir até uma unidade da Caixa mais próxima e solicitar a inscrição no programa na própria agência.

Minha Casa Minha Vida: Mais Informações

O programa Minha Casa Minha Vida atende milhares de pessoas todos os anos. Através dessa iniciativa, milhões famílias hoje vivem em casas próprias, em lugares dignos e sem a necessidade de pagar por alugel.